fbpx
Siga nossas redes

Ambientes automatizados: o que são e como aproveitá-los

Por: Sbruzzi Arquitetura e Interiores • Postado: 20/09/2021

Práticos, confortáveis e econômicos: conheça os diferenciais dos ambientes automatizados e descubra como levá-los para o seu imóvel.

Há algumas décadas, o público se surpreendia com produções cinematográficas que mostravam cenários fictícios — em que as casas eram extremamente tecnológicas e repletas de equipamentos prontos para facilitar a vida dos moradores.

O tempo passou e chegamos a 2021. Hoje, essa realidade já está mais próxima de nós, especialmente, com a tendência dos ambientes automatizados.

Conhecido por uns como “residências inteligentes”, esse conceito vem se destacando no setor imobiliário e arquitetônico, especialmente, entre os usuários que desejam viver em espaços extremamente confortáveis, mas que também prezam por segurança e praticidade.

Assim, se você está com planos de iniciar um novo projeto residencial, essa é uma ótima oportunidade para entender melhor a respeito das novas possibilidades do mercado. Neste post, conheça tudo sobre os ambientes automatizados e descubra como modernizar de uma vez o seu novo lar. Boa leitura!

Leia também:

Desvendando os ambientes automatizados

A princípio, você pode até imaginar que a automação é algo completamente atual. Mas, o conceito foi criado ainda nos anos 1970, no setor industrial estadunidense. A partir daquele período e com o avanço da tecnologia, tais sistemas também foram, aos poucos, sendo aplicados nas áreas residenciais, até fazerem parte de nosso cotidiano.

Hoje, os ambientes automatizados consistem em espaços adaptados com diferentes tecnologias. A ideia é que os sistemas tecnológicos atuem para facilitar as atividades do dia a dia — e que, antigamente, dependiam exclusivamente dos moradores.

Ao investir nessa ideia, será possível fazer com que todos os aparelhos eletrônicos funcionem de modo interligado. Ou seja, como se fossem um só. Em paralelo, o usuário conseguirá controlar totalmente o desempenho desses sistemas, sempre configurando a interface de acordo com a sua rotina, gostos e necessidades.

Razões para investir nos ambientes automatizados

Os moradores mais antenados já sonham com os ambientes automatizados. Ainda não conhece os benefícios de investir na ideia? A seguir, contamos tudo para você!

  • Conforto: uma vez que os equipamentos estão integrados, o dia a dia de todos os moradores se torna prático e otimizado. Imagine, por exemplo, não precisar mais carregar chaves ao sair de casa? Ou então, programar para que o ar-condicionado ligue no momento em que você chegar do trabalho?;
  • Acesso remoto: os sistemas podem ser controlados por meio de smartphones e tablets. Inclusive, qualquer morador da residência também conseguirá acessar os dispositivos;
  • Segurança: para reforçar a proteção da residência, é possível instalar um sistema automatizado de câmeras de monitoramento. As imagens ficarão gravadas em uma nuvem, permitindo que qualquer morador acesse sempre que precisar;
  • Sustentabilidade: existem sistemas próprios para gerenciar a iluminação do imóvel. Normalmente, eles funcionam de modo automatizado, com a ajuda de sensores que detectam a presença. Assim, as luzes são apagadas automaticamente, sempre que um ambiente estiver vazio, gerando economia para o lar.

 

O que fazer para criar ambientes automatizados

Após conhecer os diferenciais dos ambientes automatizados, você deve estar se questionando: “o que fazer para ter essa comodidade em meu projeto residencial?“. Bem, existem vários métodos para obter excelentes resultados com um sistema tecnológico como esse. A seguir, listamos os principais pontos.

Controle de som

Ao contar com um ambiente automatizado, é possível controlar — e distribuir — as músicas em diferentes espaços da residência. Fora isso, os moradores conseguem ajustar o volume sempre que desejarem.

Cortinas eficientes

É possível programar as cortinas para abrirem no horário que você deseja acordar. E isso sem a necessidade de sair da cama! Dependendo do sistema — e do modelo — também é possível regular a intensidade de iluminação dentro do cômodo e fechá-las sempre que necessário.

Cuidados com a área externa

Utilizando temporizadores e sensores de umidade, é possível conferir quando o solo do jardim precisa de uma nova irrigação. Tal cuidado ajudará a manter as folhagens sempre belas e saudáveis.

Confira exemplos de projetos modernos e prontos para contar com ambientes automatizados:

Gostou da ideia e deseja ter ambientes automatizados? Lembre-se de que esses sistemas devem ser criados ainda durante a etapa de construção do imóvel.

Em residências já prontas, o ideal é realizar o processo com a ajuda de cabos internos, ou também, por meio de um hub de automação.

Converse com um arquiteto especializado e faça a sua melhor escolha. Entre em contato com a Sbruzzi e saiba como podemos te ajudar a conquistar o lar dos sonhos!

Compartilhe

Leia também


Últimos posts